Home>Américas>Viajando pelo México de carro
Viajando pelo México de carro

Viajando pelo México de carro

Viajar de carro pelo México é sensacional. As estradas da costa são seguras e as cidades que você pode conhecer com esta experiência são fantásticas, mas alguns cuidados devem ser tomados para não cair em alguns golpes em postos de combustíveis.

Quando optamos em conhecer o Golfo do México e a Riviera Maya, encontramos uma solução que facilitou nossa viagem pelos Estados: alugar um carro. Esta opção nos deu um leque de lugares atrativos para visitar no país. Pequenas cidades com suas realidades particulares, zonas rurais, ruínas pouco conhecidas e praias que ficarão para sempre na memória. Dirigir é realmente uma opção para quem foge dos pacotes turísticos e curte a liberdade.

Viajando pelo México de carroEscolha em qual paisagem parar
Alugando
O preço para se obter um carro é atraente, bem mais barato que no Brasil e a facilidade também chama atenção. Primeiro, você só precisa ter em mãos o passaporte, sua carteira de motorista do Brasil e um cartão de crédito internacional (para reserva de crédito, caso precise acionar um seguro, por exemplo).

Há várias lojas de aluguel, muitas com marcas bem conhecidas no Brasil, basta pesquisar ou andar por Cancún que você encontrará alguma com valor mais próximo do que você quer. Nós optamos por alugar um veículo somente em Cancún, para conhecer a região ao redor. Na Cidade do México, preferimos o metrô mesmo, já que o trânsito de lá é insano.

Viajando pelo México de carroO nosso possante
Na estrada
As estradas mexicanas são bem asfaltadas, tranquilas e duplicadas. Muita gente diz que prefere evitar transitar à noite por conta de assaltos, mas acho que isso é comum nas vias que não tem pedágio, que não é o caso das de Quintana Roo e Yucatán.

Viajando pelo México de carro
Viajando sem medo pelas estradas
Os pedágios variam muito de preço, para seguir viagem a Chichen Itza o valor a ser pago no pedágio – partindo de Cancún – é de 149 pesos e a volta $ 86. Para Valladolid ou Mérida, pagamos $ 258, também partindo de Cancún. Tudo vai depender para onde você vai, a nossa opção ficou um pouco cara por conta da variedade de lugares que visitamos.

 

Viajando pelo México de carroPedágio
Cuidado com calotes nos postos de gasolina
Isso o turista tem que ter MUITO cuidado. Já ouvi falar em vários golpes e até caímos em um deles. Primeira coisa, fique bem ligado de, assim que abastecer, verificar quanto deu o preço no visor da bomba. Os frentistas tiram o bico da bomba novamente, zerando o preço e o cliente acaba pagando quanto o funcionário larápio quer, e sempre é bem mais do valor real!
Outro golpe absurdo, no qual caímos, é o das notas trocadas. O frentista começa com um papo simpático para sondar a vítima. Pergunta da onde é (turista? Ótimo!), para onde vai (se seguir para longe, melhor ainda) e começa uma conversa de que o Brasil é grande no futebol, etc. Se você fizer o pagamento com uma nota de $500 pesos, o funcionário do posto troca imediatamente por uma nota de 50 (que são praticamente iguais na cor e tamanho). Daí, ele diz assim: – Mas são 255 pesos, mostrando a nota de 50 pesos. Isso te causa uma confusão mental, você pensa na hora que se confundiu e deu uma nota de 50, se desculpa e entrega novamente uma de $500. O prejuízo é grande e o ladrão se dá bem! Então fique ligado, veja qual a nota você realmente está dando, mostre a ele que são 500 pesos. Demonstre que você já sabe do golpe. Se acontecer dele tentar aplicá-lo, fale bem alto – e sério – que você pagou com uma nota de 500 pesos. A polícia já deve saber destes truques, então eles nem discutem e desviam a conversa te dando o troco certo.

Curta para explorar as cidades

Curta a passagem rápida pelas cidades pequenas do caminho. Tem muito da cultura e do jeito mexicano. Ruas pequenas, pessoas andando de bicitaxis, as construções antigas das casas dos povoados. Tudo é mágico para o viajante mochileiro, que pode viver esta experiência sem pressa.

Viajando pelo México de carroOs taxis-bicicletas do México


Viajando pelo México de carroCenas mexicanas – no interior do país
Estacionando o carro
Os estacionamentos das ruínas geralmente são pagos. Na nossa viagem priorizamos hotéis com a opção de garagem. Nas cidades pequenas é fácil parar na rua, nas grandes (como Mérida e Playa del Carmen, por exemplo) há estacionamentos pagos espalhados. Sempre com aquele cuidado de sempre: parar em lugares permitidos. Se tiver dúvida, pergunte a um policial. Lembre-se que, em uma multa no México, a polícia leva a sua placa que só é liberada depois de ter sido paga na delegacia, para que possa recuperar a placa removida.

Viajando pelo México de carro

——————————————————————————————————–
Nós te ajudamos com esta postagem?
Então siga o Próximo Embarque nas Redes Sociais e ajude a divulgar o nosso trabalho compartilhando este conteúdo. 
Toda nossa obra é oferecida gratuitamente aos leitores que buscam auxílio diariamente.

[Facebook] [Instagram] [Twitter] [Youtube]

Thiago Inter
Thiago Inter é jornalista de TV, já atuou em Assessoria de Comunicação, adora produzir documentários, fotografia e percorrer o mundo. Nascido em Brasília, DF, o jornalista já documentou muitas de suas andanças para ajudar outras pessoas. Para ele, uma aventura é sempre bem-vinda e a melhor viagem é a próxima, esperando sempre pelo próximo embarque.
http://www.proximoembarque.com

3 thoughts on “Viajando pelo México de carro

  1. Ola Thiago. Pretendo fazer uma viagem de 15 dias pelo Mexico. Sabe me dizer se há como me livrar da taxa de trecho unico de aluguel de carro? Pretendo pegar carro em Cidade do Mexico e devolve-lo em Cancun, de onde pegarei um voo a cidade do Mexico de volta. Essa taxa vi que gira na faixa dos 600 dolares…mais caro q o proprio aluguel dos carros no periodo de 14 dias. Grato

  2. Oi, Douglas. Pegamos o carro em Cancun, preferimos fazer isso exatamente por conta destas taxas e também por conta da segurança – em Quintana Roo as estradas são bem seguras. Fizemos o trcho Cancun – Cidade do México de avião. Portanto, não sei como proceder nisso. =(

  3. Douglas, vc conseguiu se isentar dessa taxa ou pagar um valor inferior? Pretendo fazer o mesmo q vc (locar o carro na Cidade do Mexico e devolver em Cancun).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *