Home>ÁSIA>Conhecendo o Monte Fuji, a maior montanha do Japão
conhecendo-monte-fuji-proximo-embarque-fiero-41

Conhecendo o Monte Fuji, a maior montanha do Japão

Não há como escapar disso. Visitar o Japão te faz querer conhecer o Monte Fuji. E não é para menos, durante todo o ano, turistas ao redor do mundo vão ao país só para conhecer o lugar, considerado sagrado pelos budistas e xintoístas, além de ser o principal cartão postal de todo o arquipélago.

O Monte Fuji é na verdade um vulcão adormecido com mais de 300 anos de inatividade. Muitos especialistas dizem que não existe previsão de que um dia ele possa entrar em erupção novamente. O tamanho deste titã é, literalmente, de tirar o fôlego. É a 35ª maior montanha do mundo e a maior do Japão. O ponto mais alto fica em torno dos 3.700 metros.

Há várias maneiras de contemplar este gigante, tanto de perto quanto de longe. Muitos fazem o percurso pela montanha a pé, mas escalar o Fuji pelas trilhas que há nele só é possível em alguns meses do ano, fora do inverno.

A caminhada é longa e o ar fica raro nos pontos mais altos, portanto é recomendado que se tenha preparo físico para isso. Na nossa visita, em novembro, fazer a escalada é proibido. Somente alguns profissionais fazem esta trilha nesta época e, mesmo assim, com autorização os órgãos japoneses competentes para isso, com toda a burocracia de se avisar à polícia e prefeitura.

Nós fizemos dois caminhos e contemplamos de perto o Fujisan várias vezes. Uma delas foi de trem-bala, quando pegamos o transporte para Nagoya. Na rota Tóquio-Nagoia, depois da estação de Atami você poderá observar o Monte Fuji da janela, tirar algumas fotos e apreciar a beleza dele.

conhecendo-monte-fuji-proximo-embarque-fiero-41

 

Mas o nosso primeiro contato de fato com o Fuji foi em Kawaguchi-ko. Seguimos de Tóquio até esta cidade usando o JR Pass, mas pagando um valor adicional para chegar até a estação final. De lá, fomos andando por uns 10 minutos até chegarmos na Mt. Kachi Kachi Ropeway. A dica é aproveitar para conhecer a pequena cidade de Kawaguchi.

conhecendo-monte-fuji-proximo-embarque-fiero-49.jpg

 

Subimos de teleférico até o monte com este nome. Ele fica em frente ao Fuji e tem uma estrutura lá em cima para receber os visitantes com banheiros e restaurante, além de alguns pontos de visitação para ver o Fuji de vários ângulos.

conhecendo-monte-fuji-proximo-embarque-fiero-52.jpg

 

conhecendo-monte-fuji-proximo-embarque-fiero-53.jpg

 

Infelizmente, no momento em que subimos o Fuji estava bem encoberto por nuvens, fenômeno que pode acontecer sempre, portanto, tem que contar um pouco com a sorte também. É recomendo chegar bem cedo pra tentar aproveitar mais o tempo e conseguir visualizá-lo.

conhecendo-monte-fuji-proximo-embarque-fiero-54.jpg

 

Uma outra maneira que encontramos de ter esta experiência foi indo até Hakone. Uma cidade que fica em uma área de atividade vulcânica. Lá você vai vivenciar de perto o Monte Fuji. Uma delas é de teleférico. O visitante passa por cima dos gases vulcânicos e observa de perto a fumaça saindo do chão, com a vista para o Fujisan.

conhecendo-monte-fuji-proximo-embarque-fiero-43.jpg

 

A viagem até lá é longa. Nós pegamos um trem JR até a cidade de Odawara, onde há os passeios ao redor dos vulcões e do Fujisan, tudo contratado na estação. Basta você procurar a central de turistas e comprar os passes. Eles já disponibilizam o pacote completo. Com este, você receberá os bilhetes para pegar o trem até Hakone, seguir de bondinho até outra estação para, enfim, andar de teleférico sobre os vulcões.

conhecendo-monte-fuji-proximo-embarque-fiero-44.jpg

 

No fim deste trajeto, você faz um passeio de barco onde poderá registrar um dos cartões postais mais famosos do Japão: o Monte Fuji, o lago Ashi e o Tori flutuante. Um lugar marcante!

conhecendo-monte-fuji-proximo-embarque-fiero-42.jpg

 

Estas regiões são geralmente bem frias. O Monte Fuji funciona como um ar-condicionado gigante. A dica é se precaver bem destas baixas temperaturas. Por isso, nos optamos pelas roupas da Fiero que nos protegeram muito do frio por lá. Destacamos a balaclava que, além de ajudar a combater o frio, também diminuiu muito o odor de enxofre causado pelos gases vulcânicos.

conhecendo-monte-fuji-proximo-embarque-fiero-47.jpg

 

Reserve aqui seu Hotel em Hakone e Kawaguchiko.

 

Nós te ajudamos com esta postagem?
Então siga o Próximo Embarque nas Redes Sociais e ajude a divulgar o nosso trabalho compartilhando este conteúdo. 
Toda nossa obra é oferecida gratuitamente aos leitores que buscam auxílio diariamente.


[Facebook] [Instagram] [Twitter] [Youtube]

Thiago Inter
Thiago Inter é jornalista de TV, já atuou em Assessoria de Comunicação, adora produzir documentários, fotografia e percorrer o mundo. Nascido em Brasília, DF, o jornalista já documentou muitas de suas andanças para ajudar outras pessoas. Para ele, uma aventura é sempre bem-vinda e a melhor viagem é a próxima, esperando sempre pelo próximo embarque.
http://www.proximoembarque.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *