Home>Américas>Um outro olhar sobre Ciudad del Este

Um outro olhar sobre Ciudad del Este

Centro cheio, muvuca, ruas lotadas de camelôs e assédio de vendedores ambulantes. Isso é comum para quem faz uma visita superficial ao distrito paraguaio que faz fronteira com Brasil.

O que muitos viajantes não pensam é que a Ciudad del Este pode guardar surpresas que ninguém imagina.


Um dos objetivos do Próximo Embarque é conhecer lugares diferentes, fugir do comum e procurar viver experiências diferentes. Pensando nisso, vimos em uma propaganda de um site de turismo de Foz do Iguaçu, que havia um passeio pela Ciudad del Este.

Logo pensei: “Mas, o que fazer naquela cidade?”. Quando li o resumo do City Tour veio logo a empolgação. Algo totalmente diferente do que vemos e ouvimos falar.

Contratamos o passeio com a empresa brasileira, que fez a ponte com a Lleva Viajes y Turismo, empresa Paraguaia que é responsável pela nossa viagem na cidade do país vizinho. A experiência foi sensacional e podemos aprender muito da cultura e ver a beleza do lugar. Valeu a pena cada minuto gasto!

O roteiro começou no Shopping del Este. Um dos principais da parte fronteiriça, logo que atravessamos a Ponte da Amizade. Mas fugimos do caos rumo ao interior da cidade e sentimos que não poderíamos estar no mesmo lugar. Mas estávamos. Conhecemos uma parte pacata, tranquila, com paraguaios bem receptivos.

Logo fomos levados ao parque principal, com o Lago de la República, de água bem barrenta, a coloração é graças a terra que chamam de “colorada”, na verdade, bem vermelha, algo que lembra a cor da terra do cerrado brasileiro. O parque tem um ambiente bem tranquilo, mas é proibido nadar por causa dos jacarés.

Parque da República

 

 

Salto Monday, a catarata paraguaia

O que os guias dizem é que se trata de uma pequena catarata. O Salto Monday fica em um parque bem arborizado e com um rio que corta uma imensa floresta, por onde passa também esta incrível queda d’água. Um espetáculo da natureza.

 

 

 

Paradas em templos religiosos

Durante o passeio, paramos também na Catedral San Lucas, um dos templos católicos mais importantes do país e na mesquita islâmica, uma das maiores da América Latina. Também conhecemos a catedral de San Blass. Colírio para os olhos na arquitetura e beleza interior.

Mesquita Islâmica

 

Catedral San Lucas

 

 

Catedral San Blass

Comidas típicas

Apreciamos a famosa sopa paraguaia, que de sopa não tem nada! Trata-se de um bolo de milho, tipo cuscuz, mais sólido, com um tempero de carne, cebola e outros ingredientes de fazer jus à fama que esta especiaria leva. Veja aqui, uma receita completa da Sopa Paraguaia.

Famosa e deliciosa sopa paraguaia

Para beber, os paraguaios estão bem acostumados com o Tereré. Bebida típica que é servida fria em uma cuia, faz lembrar o chimarrão. Dizem que é fria por causa da guerra. Os acampamentos dos soldados paraguaios, durante a guerra contra a Bolívia, eram facilmente avistados nas matas pelos inimigos porque acendiam fogueiras para esquentar o Tereré, motivo que os levou a acostumar em apreciá-lo gelado.

No final, ainda conhecemos o estádio 3 de Febrero externamente, nada muito atrativo. A construção é antiga, mas o lugar já foi palco de muitas decisões do mundo da bola, tanto para a seleção hermana quanto para a Libertadores.

Depois desta aventura, o que ficou foi a impressão de que temos muito em comum com os nossos irmãos paraguaios. A proximidade da língua, a paixão pelo futebol e o sorriso no rosto, independente dos problemas.

Dicas preciosas:

– Se aproveitar e quiser fazer compras na Ciudad del Este – centro – tome cuidado com assaltos nas ruas, não use colares ou algo que chame atenção dos ladrões.
– Cuidado também com os produtos falsificados. Não compre remédios ou perfumes nas ruas. Opte sempre por grandes lojas, apesar de os produtos não estarem com preços atrativos – dependendo da cotação do dólar.
– Vendedores de rua sempre vão te assediar, se você parar para conversar eles não te deixarão em paz. Apenas ignore, finja que não os viu.
– Não conheço alguém que foi de carro a Ciudad del Este. Alugamos um carro mas não usamos na cidade paraguaia. Algumas operadores não permitem que você alugue o carro e atravesse a fronteira. Veja estas condições se quiser se aventurar por lá.

——————————————————————————————————–
Nós te ajudamos com esta postagem?
Então siga o Próximo Embarque nas Redes Sociais e ajude a divulgar o nosso trabalho compartilhando este conteúdo. 
Toda nossa obra é oferecida gratuitamente aos leitores que buscam auxílio diariamente.

[Facebook] [Instagram] [Twitter] [Youtube]

Thiago Inter
Thiago Inter é jornalista de TV, já atuou em Assessoria de Comunicação, adora produzir documentários, fotografia e percorrer o mundo. Nascido em Brasília, DF, o jornalista já documentou muitas de suas andanças para ajudar outras pessoas. Para ele, uma aventura é sempre bem-vinda e a melhor viagem é a próxima, esperando sempre pelo próximo embarque.
http://www.proximoembarque.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *