04/11/2013

Pirenópolis: Uma joia histórica perto de Brasília

É logo ali! A apenas 140 km de Brasília, fica a preciosa e histórica cidade de Pirenópolis. Como toda cidade tradicional, tem marcante a arquitetura portuguesa, grandes igrejas e ruas calçadas de pedras. A "cidade dos pireneus", conforme a etimologia do nome, foi fundada em 1727 e tem atividades naturais e culturais que chamam a atenção de turistas do mundo inteiro.





Quem chega a Pirenópolis nota logo o ar de cidade do interior e a arquitetura deixada pelos colonizadores que é tão marcante na maioria das cidades históricas. O município é tombado pelo Instituto do Parimônio Histórico (IPHAN) e tem muita história para contar, além de ser um lugar para quem quer escapar da cidade, curtir a natureza, uma boa gastronomia e esportes radicais. Quer ir a Pirenópolis? Ela fica a 150 km de Brasília e a 107 km de Goiânia.

Centro Histórico

Pirenópolis é repleta de casarões antigos, ruas de pedras, uma ponte da época da inauguração da cidade e, desta forma, mantêm viva a história. Além dos casarões e igrejas antigas que marcam a passagem da religião católica pelo local. A principal delas, a Igreja Matriz, é a mais tradicional de Goiás e a primeira maior construção religiosa do Estado. Ela foi construída em 1727 e dedicada a Nossa Senhora do Rosário, que é padroeira da cidade. A Igreja Matriz pegou fogo em 2002 mas foi prontamente recuperada no ano seguinte. Hoje é um dos pontos mais bem visitados da cidade.



Cachoeiras

Talvez o principal motivo de receber tantos turistas. Quem gosta de trilhas e encontrar lindas quedas d'água, além de tomar aquele banho purificante em águas correntes, geralmente procura pela cidade. E não são poucas opções em Pirenópolis. São vários córregos, cachoeiras, rios e ribeirões. Na reserva de Vargem Grande, ficam algumas das principais cachoeiras da região, a de Santa Maria e do Lázaro. Na entrada dos Pirineus ficam localizadas as principais reservas ecológicas que abrigam as maiores e melhores cascatas da região.

Atenção: Na maioria das cachoeiras, só se aceita dinheiro para ter acesso (não aceitam cartão de crédito). Geralmente entre R$15 a R$30 cada entrada, já que as quedas d'água ficam em propriedades particulares. 





Esportes radicais

Você encontra várias modalidades - Rapel, rafting, montanhismo, arvorismo, tirolesa, entre várias outras opções. A região em si, isso inclui Corumbá, cidade também de Goiás, é conhecida por receber turistas que curtem esportes radicais. As empresas também têm investido bastante nestas modalidades, oferecendo muitos serviços para os aventureiros. Quer descer uma cachoeira praticando rapel? É só procurar uma empresa de confiança e embarcar.

Parque Estadual dos Pirineus

Eis aqui praticamente o coração da região. O Parque é repleto de reservas com cachoeiras por todo lado. Por exemplo, a reserva ecológica de Vargem Grande e a Cachoeira do Abade. Subindo o Morro dos Pirineus você encontra várias opções nestas reservas. A entrada fica entre R$ 15 e R$ 30. Subindo um pouco mais o Morro, você chega até o pico, o ponto mais alto, onde fica a Capela da Santíssima Trindade, construída em 1935. Para chegar até ela você precisa andar por um caminho no morro da capela, uma trilha de pedras. A subida é um pouco difícil, mas é recompensável com o pôr-do-sol mais incrível da região, são 1385 metros de altura. A entrada até a capela é gratuita. 


Mas, e aí? Vale a pena caminhar para ter esta vista?

Vida noturna

Existem diversas opções de bares e restaurantes espalhados por toda cidade. Os principais estão mais ao centro, perto da Igreja Matriz. Nos arredores da igreja existem vários estabelecimentos e também na famigerada Rua do Lazer, que também  fica em frente a esta Igreja. Pirenópolis é muito conhecida pela gastronomia. Todo ano, meados de maio, acontece o Festival de Gastronomia da cidade, onde chefs renomados de todo Brasil criam pratos com comidas típicas. O chef Alex Atala, por exemplo,  costuma participar deste festival. Você encontra muitos pratos que nasceram no festival em diversos restaurantes da cidade. A Rua do Lazer é um lugar legal para você procurar onde comer e encontrar pessoas durante a noite.


Pousadas em Pirenópolis

Como todo lugar no Brasil, Pirenópolis sofre com o déficit de lugares para ficar durante grandes eventos ou em feriados. O pessoal de Brasília e Goiânia costuma lotar a cidade quando os feriados são mais prolongados ou na alta temporada. Portanto, a regra é clara: para ir a Pirenópolis, deve-se reservar com antecedência o quarto em alguma pousada. E lá existem para todos os gostos, desde resorts imensos, quanto pousadas domiciliares que satisfazem muita gente. Há quem procure também ficar em cidades próximas, como Corumbá, Cocalzinho e até Anápolis. Portanto a dica é, se antecipe e faça sua reserva. Chegar na cidade de supetão pode não ser uma boa ideia, principalmente quando tem feriado prolongado na jogada.

Veja o mapa interativo de turismo da cidade e boa viagem!




--------------------------------------------------------------------------------------------------------
Nós te ajudamos com esta postagem?
Então siga o Próximo Embarque nas Redes Sociais e ajude a divulgar o nosso trabalho compartilhando este conteúdo. 
Toda nossa obra é oferecida gratuitamente aos leitores que buscam auxílio diariamente.

[Facebook] [Instagram] [Twitter] [Youtube]

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2014 Próximo Embarque | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top
UA-66365035-1