Home>Europa>Resgatando a História em Versalhes
palacio versalhes proximo embarque

Resgatando a História em Versalhes

Sabe aquela História sobre Revolução Francesa? Sim, Versalhes é o lugar para se resgatar esta matéria que você aprendeu na escola. Na verdade, viver de perto o que aconteceu na época. Durante todo o século XVIII, a França viveu duas realidades distintas ao extremo. De um lado, um povo miserável, que passava fome. Do outro, os reis que construíram o Palácio de Versalhes – cerca de 10 km de Paris – para se afastar da pobreza, miséria e doenças do resto da população.

Quem não lembra da “amável” frase da Maria Antonieta: -“Se não tem pão, que comam brioches”.

Pois é, a gente já sabe o que aconteceu com ela quando a população finalmente se revoltou. Foi para a forca.

 

Nos jardins de Versalhes

E não é só isso. Você vai conseguir notar tudo isso ao visitar o lugar que recebe milhares de turistas todos os dias. Cada quarto dentro do Château de Versailles tem sua peculiaridade. Cada princesa ou membro do reinado decorou a seu gosto os detalhes de seu quarto. E é incrível a descrição e a riqueza de detalhes de cada cômodo. Em uma época de miséria da população, a gente começa a entender a reação dela diante do esbanjamento da família real e o início da Revolução Francesa.

Sala dos Lustres

Só o Castelo de Versalhes tem 700 hectares de parque, com monumentos exclusivos, mais de 2 mil janelas, além de 700 quartos. É ou não megalomaníaco?

Dicas de visita

Há várias maneiras de começar a visita pelo Palácio. Alguns dizem que é bom começar a caminhada (que é longa) pelo palácios construídos para Maria Antonieta. Nós começamos pela parte interna mesmo. Os salões, a sala dos lustres e os cômodos das casas que incluem salas e salões de festas.

palacio versalhes proximo embarque

 

proximo embarque castelo versalhes palacio

 

Como disse acima, cada quarto é uma demonstração de ostentação em tempos de cólera.

Depois visitamos a parte externa – os jardins e as fontes. Em seguida, há uma bela caminhada até os aposentos construídos especialmente para Luís XVI e Maria Antonieta, que são os Grand Trianon e o Petit Trianon.

Como a visita ao Palácio de Versalhes é bem grande, guarde pelo menos a metade de um dia para fazê-lo.

casa maria antonieta proximo embarque versalhes
Mariana na casa da Maria Antonieta

Como chegar

Vá de trem – Na estação Gare d’Austerlitz você pega a RER linha C – desça na estação Gare de Versailles Chantiers. Você caminha bem pouquinho até o castelo. Nós compramos o ticket por lá, na bilheteria e custou 20 Euros. Um passaporte de um dia.

Thiago Inter
Thiago Inter é jornalista de TV, já atuou em Assessoria de Comunicação, adora produzir documentários, fotografia e percorrer o mundo. Nascido em Brasília, DF, o jornalista já documentou muitas de suas andanças para ajudar outras pessoas. Para ele, uma aventura é sempre bem-vinda e a melhor viagem é a próxima, esperando sempre pelo próximo embarque.
http://www.proximoembarque.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *