26/04/2013

Pisa e Florença partindo de Roma

Como já disse neste post, uma das estratégias de "guerra" que eu tive na Europa foi me hospedar em hostels perto das estações de trem. Isso me economizou tempo para viajar entre as cidades e até entre os países.

Da Stazioni Termini em Roma, parti para passar um dia em Florença e metade de outro dia em Pisa. A viagem começou logo cedo. Atravessei a rua e comprei um bilhete de trem direto para Florença.

Florença e suas bicicletas
Dica da hora: Se você quiser, pode deixar a mala ou mochila nos armários das estações de trem, andar pela cidade, viajar e só depois ir lá pegar seus pertences. Não é caro e é muito seguro. Onde não tem armários, tem os guardadores, com funcionários cuidando de tudo.

Pisa, em uma opinião muito particular, é uma cidade para se passar um dia. Tomar um sorvete (gelato italiano) e subir na Torre de Pisa, um dos monumentos mais famosos do mundo. Tirar uma fotinha clássica "empurrando" a Torre e pronto.

Florença é mais mágica. Além de agradável, bem organizada e bonita. Sentar na praça Duomo e atravessar a Ponte Vecchio. Andar pela cidade e observar os jardins, tudo isso é uma experiência magnífica. Acho que Florença é uma cidade que deve ser visitada por casais assim como Veneza. Talvez por ter ido sozinho da última vez, Florença não me chamou tanta atenção como outras cidades mais voltadas para jovens solteiros. Para quem viaja atrás de museus, Florença também é um prato cheio. Na Accademia é possível ver, por exemplo, Davi de Michelangelo.


Além da facilidade em andar por Florença, uma coisa que muito me agradou foi a cultura da bicicleta na cidade. Parece até uma Mini-Amsterdã. São milhares, espalhadas por toda parte.


0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2014 Próximo Embarque | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top
UA-66365035-1